7 maneiras de incluir comidas saudáveis nas refeições das suas crianças

Atualizado: Jan 18

Incluir um cardápio saudável no dia a dia das crianças é um grande desafio, principalmente devido à rotina atribulada e ao tempo curto para preparo dos alimentos.


Recentemente, uma pesquisa revelou que 51% das mães brasileiras têm dificuldades para incluir alimentos saudáveis no cardápio dos filhos. E pior ainda, se comem pouco, ou não largam sua comida preferida. O estudo, feito pela Abbott Nutrition, revelou que esse comportamento é mais presente entre os 3 e os 7 anos de idade. Mas, para ajudar nessa tarefa, vamos apresentar aqui "10 Dicas para incluir comidas saudáveis no cardápio".


Pesquise sobre quais alimentos devemos dar às crianças.

1. Peça ajuda na organização da mesa.

Peça ajuda na montagem da mesa, para dispor os guardanapos e talheres, por exemplo. Conforme crescem, peça para colocar os pratos, os copos, e a partir de 11 anos, os pratos quentes. Todo esse ritual é importante para o convívio familiar.


2. Fale sobre as funções benéficas dos alimentos.

É inegável que falar sobre as propriedades benéficas dos alimentos influencia na maneira como encaramos alimentos não tão saborosos. Por exemplo, ao servir um bife de fígado de boi, pode-se dizer que o alimento é rico em ferro, imprescindível para uma nutrição saudável.


3. Pratos com cara divertida.

Se a criança rejeita algum legume, por exemplo, tente fazer com que pareça com uma carinha feliz, adicionando olhos feitos de azeitonas e um nariz feito de um pedaço de cenoura. Use a imaginação. Conte histórias para animar também. Você vai se surpreender como isso dá resultado.


4. Montar o próprio prato.

É importante estimular a percepção da criança com relação à quantidade de comida que irá satisfazer sua fome no momento. Não importa que, nas primeiras vezes, sobre comida no prato. A criança irá, aos poucos, saber mensurar sua necessidade.


5. Bons exemplos.

É bem mais fácil modificar um hábito quando a pessoa que está do nosso lado dá o exemplo. As crianças, principalmente, veem nos pais o exemplo para tudo, e com a comida não é diferente. Por isso, como na frente da criança aquilo que pretende que ela coma. Isso fará muito mais sentido para ela.


6. Novas formas.

Se há algum alimento que a criança rejeite e seja importante numa alimentação saudável, tente transformar a forma de servi-la, como por exemplo, fazer uma sopa com vários legumes e verduras, como couve, brócolis, beterraba, etc.


7. Fazer em casa.

Que tal fazer em casa certos produtos que as crianças adoram comer fora? Por exemplo, fazer lanche com acrescentando ingredientes mais saudáveis, como chicória, pepino, etc. O hambúrguer e a batata-frita, poderão ser feitos sem óleo, no air-fryer.









2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo